Na escola do Espírito Santo | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Razões para louvar ao Senhor

Teste – 24
1 de junho de 2021
Graça Kids lança segundo episódio de histórias inesquecíveis
1 de julho de 2021

RAZÕES PARA LOUVAR AO SENHOR

O Salmo 111 está recheado de razões para louvarmos ao Senhor, dando-nos dicas a serem utilizadas em todo o tempo. Veremos algumas que Ele nos permite conhecer. Por certo, se você atender aos toques do Santo Espírito, será bem-sucedido na fé em Cristo Jesus.

COMO LOUVAR: Louvai ao SENHOR! Louvarei ao SENHOR de todo o coração, na assembleia dos justos e na congregação (Sl 111.1). A ordem é louvá-Lo, e isso significa reconhecer as Suas qualificações e o Seu amor por nós. Quando O engrandecemos, alimentamo-nos do Pão do Céu, crescemos no entendimento e passamos a ter a força necessária para sermos vitoriosos. O louvor – que é decoroso e cai bem em quem reconhece as obras do Senhor em favor dos Seus – tem de ser oferecido de todo o coração na congregação dos fiéis e justos. Louve a Deus!

GRANDES OBRAS: Grandes são as obras do SENHOR, procuradas por todos os que nelas tomam prazer (Sl 111.2). Quando nos dirigimos a Deus em oração, devemos pensar nEle como o Todo-Poderoso, o qual não economiza poder para nos livrar de qualquer enrascada. Os Seus feitos são grandes e procurados por quem sente prazer neles. Infelizmente, muita gente não quer ter o trabalho de buscar o Altíssimo e, por isso, sofre. Essas pessoas preferem dedicar dez ou mais horas com o peito aberto em uma cirurgia perigosa, crendo que os médicos farão o melhor. Elas se recusam a passar as mesmas horas em oração, fazendo um exame introspectivo, para que o Pai lhes mostre o caminho a seguir.

JUSTIÇA PARA SEMPRE: Glória e majestade há em sua obra, e a sua justiça permanece para sempre (Sl 111.3). Veja: sobra capacidade no Senhor em Suas ações. Porém, se não atentarmos para essa verdade, aceitaremos algo mal feito, achando que isso vem de Deus. Ora, Ele tem condições de fazer muito mais do que pensamos ou pedimos. As Suas obras jamais serão desfeitas ou canceladas. A Sua justiça, a qual permanece para sempre, é o fim que Ele deseja dar ao mal que oprime Seu povo.

SANTA MEMÓRIA: Fez lembradas as suas maravilhas; piedoso e misericordioso é o SENHOR (Sl 111.4). Aqui está outra bênção da parte de Deus: lembrar-nos das maravilhas que Ele opera em nosso favor. Jamais podemos nos esquecer de que o Pai é piedoso, pois Se condói das pessoas que estão na miséria e no pecado. O Senhor não quer que continuemos a caminhar para o Juízo como candidatos à perdição, e sim como filhos redimidos e prontos para estar ao Seu lado eternamente.

PÃO AOS QUE TEMEM: Deu mantimento aos que o temem; lembrar-se-á sempre do seu concerto (Sl 111.5). Temer o Senhor é uma virtude imprescindível, recompensada pelo mantimento concedido por Deus a quem O teme. Ele quer que vivamos de modo poderoso, e não somente sobrevivendo. O Seu desejo é que vençamos para alcançarmos mais dádivas. A Aliança feita no sangue de Cristo nunca será esquecida diante do Pai. Nela, temos o necessário agora ou no futuro.

PODER DAS OBRAS: Mostrou ao seu povo o poder das suas obras, dando-lhe a herança das nações (Sl 111.6). Lendo as Escrituras, percebemos que, nos relatos das realizações divinas, há poder para repetir em nossa vida aquilo que foi feito desde a criação. Não devemos temer as dificuldades do dia a dia, e sim, firmados na fé, vencê-las em o Nome de Jesus. Afinal de contas, temos a herança das nações. Ao Senhor seja a glória!

VERDADE E JUÍZO: As obras das suas mãos são verdade e juízo; fiéis, todos os seus mandamentos (Sl 111.7). É inquestionável o fato de que o Senhor opera na Sua Igreja, mas eis o que muitos dos Seus servos desconhecem: todos os feitos do Senhor são verdade e juízo. Ora, os mandamentos dados por Ele aos Seus fiéis sempre operam o que for preciso na vida daqueles que respeitam o Todo-Poderoso. Em todas as coisas, somos mais do que vencedores!

NÃO MUDAM: Permanecem firmes para todo o sempre; são feitos em verdade e retidão (Sl 111.8). Procure entender o que Deus quer fazer por meio da sua vida. Quaisquer ações divinas permanecerão e serão como troféus para quem as alcançar. Se, daqui a muitos anos, o inimigo atacá-lo com os sintomas de alguma enfermidade, jamais se mova da sua fé em Cristo, porque a resposta do Senhor à sua oração foi enviada em verdade e retidão. Não há o que temer; então, nunca aceite que algo aconteceu por acaso. Confie em Deus!

NOME TREMENDO: Redenção enviou ao seu povo; ordenou o seu concerto para sempre; santo e tremendo é o seu nome (Sl 111.9). O Altíssimo age em nosso favor, por causa da redenção que Ele nos enviou, Seu povo. Quando aceitamos Jesus como Salvador, nascemos de novo; portanto, nunca seremos expulsos da Sua presença. O Concerto dEle conosco é definitivo – durará para sempre. Por fim, o Nome de Cristo é santo – nunca será manchado – e ganha qualquer batalha. Esse Nome é tremendo e torna realidade aquilo que as Escrituras prometem ou garantem ser nosso. Deixar de usá-Lo com fé é errar por completo.

DÁ ENTENDIMENTO: O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que lhe obedecem; o seu louvor permanece para sempre (Sl 111.10). Se temermos o Senhor, respeitando a Sua autoridade sobre todas as coisas, inclusive a nossa vida, somos retribuídos com o princípio da sabedoria. Quem obedece às regras estabelecidas no Reino dos Céus passa a ser bem-aventurado, feliz, e será atendido. Jamais teremos de orar a Ele pedindo confirmação da Sua Palavra, como se Ele tivesse Se esquecido. Então, viva o melhor de Deus, sabendo que o louvor do Altíssimo dura para sempre.  

En Cristo, com amor,

R. R. Soares


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *