Na escola do Espírito Santo | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Na Escola do Espírito Santo – 22

Teste – 21
1 de março de 2021
Europa
6 de abril de 2021
Exibir tudo

Noé, um pregador incansável

LIÇÕES DO DILÚVIO – O apóstolo Paulo falou o seguinte sobre as Escrituras: Porque tudo que dantes foi escrito para nosso ensino foi escrito, para que, pela paciência e consolação das Escrituras, tenhamos esperança (Rm 15.4). A arca de Noé é símbolo da salvação providenciada pelo Senhor Jesus em Sua morte, pois Ele próprio morreu (espiritualmente, separando-Se de Deus) ao receber nossos pecados. Quando ressuscitou, Ele foi vivificado, e a humanidade também o foi juntamente com Ele (Cl 2.13). Hoje, todos podem ser salvos e se achegar a Deus por intermédio de Cristo. Porém, os que desprezarem os avisos do Criador serão surpreendidos e podem perder a chance de salvação.

ELES NÃO SE IMPORTAVAM – Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca (Mt 24.38). Nos dias que precederam o Dilúvio, as pessoas excluíram o Altíssimo de suas vidas. Elas só queriam agir em prol da carne e dos seus deleites, demonstrando pouco caso às advertências divinas, pois o que lhes interessava eram banquetes e orgia. Eles debocharam de Noé, tratando-o como um “velho delirante”. Ora, quem se preocupa somente com a prosperidade e os prazeres, sem aceitar que é um ser eterno, quando morrer e se perceber na perdição, clamará ao Senhor dia e noite, para que o livre, mas, infelizmente, não haverá segunda chance. Basta ter fé na obra salvadora de Cristo para ser salvo. A Bíblia nos ensina isso!

A CHAMADA DE NOÉ – Deus estava determinado a destruir os seres humanos, pois eles tinham escolhido agir como se a vida tivesse apenas a parte material. A Palavra declara: Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu, e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé (Hb 11.7). Os chamados mediante a pregação da Palavra, que não aceitaram a oferta da redenção oferecida pelo Senhor, serão responsáveis pelo que lhes ocorrerá na volta de Cristo.

Jesus disse que, no Seu retorno com os anjos, Ele separará a humanidade em dois grupos: um ficará à Sua esquerda, e o outro, à Sua direita. Os que ficarem à destra dEle serão convidados a entrar e possuir o Reino que lhes está preparado desde a fundação do mundo (Mt 25.31-34). Já aqueles posicionados do lado oposto serão ordenados a marchar rumo ao fogo eterno (Mt 25.41).

NOÉ E JESUS – Assim como a arca de Noé salvou a família dele e condenou os incrédulos, a morte de Jesus salva quem confia no que o Pai afirma acerca da obra de Seu Filho em nosso favor, ao nos substituir na cruz: E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos (At 4.12). O sacrifício do Salvador igualmente sentencia ao suplício eterno os de dura cerviz: Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram (Jd 1.5).

A MULHER DE NOÉ – Segundo a tradição judaica, a esposa desse patriarca se chamava Naamá, que significa cheia de beleza, mas isso não está na Bíblia. Portanto, essa informação pode ser verdadeira ou não. Temos de recusar aquilo que não está nos registros bíblicos. Agora, por ser salva da chuva torrencial, ela era uma Naamá – cheia de beleza –, assim como eu, você e os fiéis ao Senhor: Os sábios, pois, resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente (Dn 12.3). A mulher de Ló, por outro lado, mesmo tendo sido salva da chuva de fogo e enxofre, desobedeceu à orientação de não olhar para trás e, quando o fez, foi transformada em estátua de sal (Gn 19.26).

UM PREGADOR FIEL E INCANSÁVEL – Noé foi o mensageiro de menor sucesso no seu ministério, porque não conseguiu um só convertido que pudesse ser preservado da destruição. Somente ele, sua mulher, seus filhos e suas noras escaparam do Dilúvio: E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, pregoeiro da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios (2 Pe 2.5).

As almas perdidas na volta do Senhor serão numerosas, pois muitos não creem no relato bíblico. Caso não voltem atrás na teimosia de achar que Deus não é verdadeiro e desmerecer a Palavra, tais pessoas não terão outro destino senão a condenação eterna.

O DIA DO SENHOR ESTÁ PERTO – O grande dia do SENHOR está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do SENHOR; amargamente clamará ali o homem poderoso (Sf 1.14). Adianta alguém ganhar o mundo todo e perder a própria alma? Quem permanecer em pecado não conseguirá o perdão divino e, sem escolha, marchará para o lago de fogo e enxofre. Por que deixar de crer no Senhor? Pacientemente, Ele usa Seus servos para dar a oportunidade a todos de se salvarem. Os sábios ainda o procuram (Mt 2.1,2).

ENTRE OS SÁBIOS – Por ter obedecido a Deus, Noé se tornou um dos homens citados por Ele, em decorrência da sua justiça: Ainda que estivessem no meio dela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, eles, pela sua justiça, livrariam apenas a sua alma, diz o Senhor JEOVÁ (Ez 14.14). Quem perseverar no temor do Senhor será escolhido e mencionado como justo. Por sua vez, a pessoa que não respeita o Altíssimo até o fim será condenada: E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo (Mt 10.22).

AVISADO PELO CÉU – Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu, e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé (Hb 11.7). Ele decidiu crer no Senhor e foi salvo. E você, será ou não?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *