Especial | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Música

Teste – 21
1 de março de 2021
Europa
6 de abril de 2021
Exibir tudo
Foto: Rodrigo Di Castro

Graça Music contrata um timaço “garimpado” da web

Novo cast é voltado apenas para o mercado digital


O’hara Santos 


Agregar, modernizar e expandir. A Graça Music entrou para uma nova fase e, de uma só vez, contratou 11 cantores exclusivos para o mercado digital. Os novos talentos foram descobertos na internet e passaram por uma seleção realizada pela própria gravadora. “Por muito tempo, valorizamos mais a parte física. Sabemos que, agora, não é mais o ‘futuro digital’, e sim uma realidade”, avalia o Pr. Tiago Peres, gerente da Graça Music

Foto: Lucas Postigo

O modelo de negócio terá um contrato por produto, ou seja, uma música, um EP ou álbum já existente do artista. “Contratamos cantores com 70 mil seguidores, mas também com 2 mil. No entanto, ao escutar a música deles, o público vai pensar em artistas gigantes”, explica. 

De acordo com Peres, os ouvintes podem esperar conteúdos de qualidade. “A Graça Music tem uma história. São 22 anos no mercado fonográfico. Tenho certeza de que Deus vai entrar na casa das pessoas e as abençoará, quando elas ouvirem os novos artistas”, acredita Peres. 

Novo cast

Conheça as recentes contratações da Graça Music: Edu Lucassi, Matheus Oliveira, Daniel Borges, Hadassa, Beatriz Rodrigues, Milena Pina, Nathan Silva, Carolina Martins, Israel Soares, Willian Soares e Juliana Lopes. 

“Esse garoto leva jeito”

De Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro, Edu Lucassi, 33 anos, diz que este é um passo importante para sua carreira, iniciada em 2005. “Fechar com a Graça Music é arealização do plano do Senhor para o meu ministério”, festeja. 

Quem diria que, antes, o objetivo musical dele era outro.“Eu queria ser baterista. Mas o maestro do coral do qual minha mãe participava me viu cantar e disse: ‘Esse garoto leva jeito’. Abracei a ideia e me dediquei”.

Para Edu Lucassi, fechar com a Graça Music é a realização do plano do Senhor – Foto: Lucas Postigo

Edu Lucassi se empenhou tanto que, em 2013, gravou seu primeiro CD. Quatro anos depois, assinou contrato com uma gravadora e, hoje, está de casa nova. De acordo com o cantor, esse “casamento” pode render bons frutos. “O mercado digital veio facilitar o acesso à música. Antigamente, a gravadora lançava 14 faixas, e apenas uma era o carro-chefe. Hoje, o cantor tem a oportunidade de lançar singles que podem alcançar vários lugares do mundo”, frisa. 

Fonte de inspiração

De Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, Matheus Oliveira, 21, também foi descoberto na web. Ele é grato à Graça Music e aos seus seguidores. “Não se trata, apenas, da assinatura de um contrato, mas também do cumprimento de uma promessa feita há muito tempo”, avalia.  

Matheus Oliveira: “A minha vida é a música, é o meu ministério” – Foto: Lucas Postigo

O cantor havia tentado voos mais altos em programas de TV, como Astros e Raul Gil, do SBT, porém nada aconteceu. “O melhor momento é o processo da promessa. É doloroso, no entanto Deus forja o seu caráter e o prepara para algo grande”, ressalta o músico. Ele canta desde os cinco anos na Igreja onde congrega: “A minha vida é a música, é o meu ministério”, acrescenta Matheus, que teve como fonte de inspiração os CDs da Turminha da Graça. 

Composição para o pai 

Milena Pina, 20, é de Campinas (SP) e de uma família de músicos. Ela toca piano clássico desde criança e tem mais de 50 músicas de sua autoria. Além disso, interage bem com seu público nas redes sociais. “Meu coração está radiante. Acredito que Deus leva as pessoas às gravadoras. Se Ele coloca você em algum lugar, dificilmente vai dar errado”. 

Milena Pina acredita que Deus a levou à gravadora: “Se Ele coloca você em algum lugar, dificilmente vai dar errado” – Foto: Lucas Postigo

O talento da cantora recebeu influência do pai. “Ele deixou o legado dele em mim. Inclusive, escrevi uma canção no dia de sua partida, e a música tem me consolado”, emociona-se. 

Voz marcante

Hadassa é do Rio de Janeiro. Moradora de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, ela canta desde os dois anos. Com uma bela voz, não vê a hora de colocar em prática os detalhes do novo projeto. “É o início da promessa do Senhor, e sou grata a Ele por essa fase da minha vida”, comemora. 

Hadassa: “É o início da promessa do Senhor” – Foto: Lucas Postigo

“O foco é alcançar almas”

“Esperei bastante pelo cumprimento dessa promessa. Recentemente, lancei um EP com oito músicas autorais. Depois disso, surgiu o convite da Graça Music. Está sendo especial fazer parte desse projeto. A gravadora tem me abraçado como uma família”, afirma Beatriz Rodrigues, 26, cuja expectativa é elevadíssima. “O foco é alcançar almas para que elas sejam transformadas, curadas e libertas”.

Beatriz Rodrigues se sente acolhida pela Graça Music: “A gravadora tem me abraçado como uma família” – Foto: Lucas Postigo

De fã a contratado   

Daniel Borges, 28,entrou para a carreira musical incentivado pelos pais. Ele define este momento como a realização de um sonho. “Eu me converti aos oito anos e, desde então, acompanho o ministério do Missionário R. R. Soares e a Graça Music. Estar aqui assinando um contrato com essa gravadora, com esse staff e essa estrutura, é algo indescritível”, festeja o cantor de Itubiara, no Sul de Goiás. 

Para Daniel Borges, o contrato é a realização de um sonho – Foto: Lucas Postigo

Chamada para o Reino

A carioca Carolina Martins, 26, vê a assinatura do contrato como “o chamado” do Reino.“Encanta-me saber que essa oportunidade é uma extensão daquilo que Deus colocou no meu interior: o Ide”. 

Carolina Martins: “Essa oportunidade é uma extensão daquilo que Deus colocou no meu interior: o Ide – Foto: Lucas Postigo

Nas redes sociais, sua atuação é direcionada à volta de Jesus. “Certa vez, uma menina que pensava em suicídio ouviu uma das minhas músicas e mudou de ideia. Depois, ela me enviou uma mensagem contando a história, e isso foi gratificante”, explica. 

Os “dois filhos de Osvaldo” trocam a bola pelo microfone

De Macaé, no interior do Rio,os irmãosIsrael e William Soares têm uma trajetória semelhante à dos sertanejos conhecidos no mundo secular.  

Ambos ingressaram na carreira de jogador de futebol. Israel passou por vários clubes. Jogou nas divisões de base do Macaé-RJ, Atlético-PR e Holanda-AM, mas optou por seguir seu coração, enveredando-se pela música. “Foi a melhor escolha”, define. 

William e Israel ao lado de Tiago Peres: ótimo trabalho para edificar vidas – Foto: Lucas Postigo

William igualmente decidiu pendurar as chuteiras para se dedicar àquilo em que esteve envolvido desde a infância. “Não foi fácil, porém ouvi a voz do Senhor”, salienta.

Os irmãos Soares só ganharam notoriedade com os incansáveis telefonemas do pai, o Seu Osvaldo. “Ele ligava, diariamente, para a rádio da cidade onde moramos, pedindo as nossas canções. Todos os meses, elas estavam entre as mais tocadas”, recorda-se Israel.

William também se lembra dessa época e sonha retribuir aos pais. Ele credita a composição Deixa o Senhor entrar como um marco na sua vida. “Quando canto essa música, relembro a fidelidade divina. Deus entrou e mudou tudo. Foi só começar a ser divulgada nas redes sociais para a Graça Music me encontrar”, diz. 

Quanto a fazer parte do cast da gravadora, os “dois filhos de Osvaldo” são enfáticos: “Apesar de difícil, é essencial vivenciar o novo. Hoje, o mundo é digital, e achei incrível essa visão da gravadora”, enaltece William. 

 “Vou mergulhar de cabeça, porque quero fazer um ótimo trabalho para edificar vidas. Eu não vim para ter status; vim para fazer história”, acrescenta Israel.  

Música boa e profunda

De Volta Redonda (RJ), a cantora Juliana Lopes, 24, assina contrato, pela primeira vez, com uma gravadora. “Estou empolgada. A Graça Music é visionária”, analisa ela, que teve paixão pela música após encontrar um CD da vocalista norte-americana Darlene Rogers.

Juliana Lopes: “O público pode esperar de mim muita música boa e profunda” – Foto: Lucas Postigo

Juliana Lopes é autodidata. Aprendeu a tocar violão, é compositora e antenada com as redes sociais. “É uma forma de me conectar às pessoas e transmitir para elas o que acredito”, enfatiza a cantora, que tem um canal no IGTV, do Instagram, onde sempre posta seus vídeos. “O público pode esperar de mim muita música boa e profunda. Quero, um dia, olhar para trás e dizer: Deixei um legado, fiz a diferença”.

Da Favela do Lixão para o mundo

O músico Nathan Silva, 22, também foi selecionado por causa da internet. Morador da Favela do Lixão, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, ele está emocionado com o primeiro contrato. “Estou feliz de estar nesse time. Minhas expectativas são grandiosas; desde a primeira conversa, fiquei deslumbrado com o que a Graça Music tem oferecido. É gigante!”, impressiona-se.  

Nathan Silva: “Independentemente do tamanho do seu sonho, acredite, não pare” – Foto: Lucas Postigo

Ele adiantou a nova música de trabalho: Aguenta firme. “Estava guardando na ‘manga’ para lançar. Ela relata um pouco da minha história, do que passei até chegar aqui. Foi a melhor hora de disponibilizá-la para o público”. 

Nathan assinou com a gravadora, porque um dos vídeos do cantor, produzido na sacada de sua casa, viralizou na internet, com mais de um milhão de visualizações no YouTube. “Artistas, jogadores de futebol e anônimos assistiram ao material e me agradeceram pela postagem”.

Ele continua morando na Favela do Lixão e deixa um recado às pessoas que perderam o prazer de sonhar. “Independentemente do tamanho do seu sonho, acredite, não pare. Muitos vão se levantar contra, mas a promessa é bem maior do que qualquer dor”. 


2 Comments

  1. Ok quero em primeiro lugar parabenizar a Graça Music por está fantástica iniciativa, e dizer que estou com muitas lindas canções prontas para alcançar o mundo. Tiago Peres agora é a hora se precisar de ótimas canções é só me avisar um abraço, Deus te abençoe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *