Na escola do Espírito Santo | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Na Escola do Espírito Santo – 17

Teste – 17
1 de novembro de 2020
Exibir tudo

BÊNÇÃOS QUE TEMOS EM JESUS

Conhecer as bênçãos que temos em Jesus é a missão de cada um; afinal, Ele nos trouxe a vida abundante (Jo 10.10b). Quem não pesquisa a Bíblia para conhecer os direitos que têm passa os dias sem desfrutar do melhor do Evangelho. Ora, o diabo, nosso adversário, fará de tudo para que você não se interesse em saber como proceder na fé em Cristo. Deixe Deus prepará-lo para servir a Ele, o único e verdadeiro Senhor. Ele tem mais para lhe dar do que você tem necessidade.

1) A BOA NOTÍCIA DA PAZ: E, vindo, ele evangelizou a paz a vós que estáveis longe e aos que estavam perto (Ef 2.17). O apóstolo Paulo informa que Jesus veio dar a Boa Notícia da paz, para desfrutarmos dela, pois transcende todo o entendimento (Fp 4.7). Ora, sem essa dádiva, às vezes, perdemos a paciência e tomamos más decisões. Porém, entendendo que tanto os de longe como os de perto têm direito à bondade divina, podemos vencer os combates da fé. Vá até o fim, porque a paz de Cristo há de guardá-lo dos males.

2) MORREU PELOS ÍMPIOS: Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios (Rm 5.6). Jamais devemos engrossar o coro dos religiosos que demonstram ter ódio mortal dos ímpios. Segundo Paulo, estes são fracos e, por isso, precisam saber que Jesus, na Sua morte, providenciou a libertação completa para todos. Quem divide os pecadores entre os que devem ser salvos e os que devem ir para o suplício eterno não conhece a razão da vinda do Salvador e, certamente, não ama a Deus. Veja em todo perdido um salvo em potencial e peça ao Senhor que lhe dê a graça de conduzir tais pessoas à salvação. Nenhuma missão é mais nobre do que buscar e resgatar as ovelhas que se distanciaram do rebanho.  

3) NÃO À DISCRIMINAÇÃO: E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando o seu coração pela fé (At 15.9). Diante do concílio apostólico reunido em Jerusalém, composto pelos que ficaram com Jesus até o fim, o apóstolo Pedro declarou que Deus não fez diferença entre os judeus e os gentios, pois purificou pela fé os seus corações. Não dá para deixar que as pessoas sejam discriminadas, impedidas de serem justificadas por Cristo, quando Deus diz que purifica o interior delas. A nossa missão é pregar o amor do Senhor a toda criatura, usando o poder do Espírito Santo para libertá-las das garras do inimigo.

4) O CONVITE PARA MUITOS: Porém ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia e convidou a muitos (Lc 14.16). A grande ceia foi a obra realizada pelo Salvador no Calvário, ao ser apresentado como o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo (Jo 1.29). Infelizmente, muitos não creem nessa verdade e se fecham em seus grupos de “santificados”, abandonando os perdidos à própria sorte. Como isso agrada a Satanás, que veio para matar, roubar e destruir o ser humano (Jo 10.10a)! Jamais seja um ajudante do diabo, e sim um verdadeiro servo de Deus, servindo a Ele com o coração fiel e cheio de bons propósitos. Fuja do pecado de discriminar os outros!

5) ELE QUER OS POBRES NA CASA DELE: E disse o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e atalhos e força-os a entrar, para que a minha casa se encha (Lc 14.23). Ao ver que os convidados não eram dignos de participar da Sua ceia – pelo fato de darem oportunidade aos seus desejos de prosperidade e de outras coisas mais importantes aos próprios olhos do que a festa do Senhor –, Ele ordenou que buscassem os pobres, os aleijados, os mancos e os cegos. Como ainda havia lugar, mandou que forçassem outros a entrar. Assim, a Sua casa se encheria. Deus ainda pensa assim! Vamos encher a casa dEle de quem não é aceito pela sociedade, mudando corações para O amarem!

6) NÃO À INQUIETUDE: Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças (Fp 4.6). Deus sabe quanto mal a inquietude faz ao homem, por isso mandou que não estivéssemos inquietos, mas, em tudo, fizéssemos conhecidas nossas petições. Atenda a essa ordem, porque Ele sabe que somos fracos o bastante para sucumbirmos diante das provações. Jamais carregue algo capaz de fazer você partir antes do tempo.  

7) PERDÃO E SORTE: Para lhes abrires os olhos e das trevas os converteres à luz e do poder de Satanás a Deus, a fim de que recebam a remissão dos pecados e sorte entre os santificados pela fé em mim (At 26.18). Esse foi o propósito de Cristo, quando Se revelou ao perseguidor da Igreja e o salvou no caminho de Damasco. Deus sente o mesmo em relação aos perseguidores da Sua obra e deseja que sejam salvos e preparados para conduzir outros até Ele. A nossa missão é muito mais nobre do que pensamos!

8) O PODER DE DEUS: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego (Rm 1.16). Jamais se envergonhe do tipo de pessoa que o Senhor envia para a Sua Igreja. Ele sempre sabe o que faz. Não queira ser membro de uma congregação, onde os necessitados e os pobres não são bem recebidos, mas, sim, daquela onde o amor de Deus é revelado nas operações do Espírito Santo. Ricos e pobres são bem-vindos ao Corpo de Cristo!

9) ELE VÊ OS SINCEROS: Disse-lhe Natanael: De onde me conheces tu? Jesus respondeu e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu estando tu debaixo da figueira (Jo 1.48). O Senhor tem o controle de tudo e vê tudo e todos ao mesmo tempo. Nunca se aflija com as perseguições contra a obra divina, mas alegre-se em Deus, o qual garantiu que edificaria a Sua Igreja e as portas do Inferno não prevaleceriam contra ela (Mt 16.18). Nada pode abalar a fé de quem ama, de fato, a Deus, mesmo sendo ameaçado pelo Inferno. No entanto, ter um coração sábio agrada muito ao Pai celestial! 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


4 Comments

  1. Eliane Garcia Sabino disse:

    Era o que estava faltando , uma verdadeira Benção esta Revista para conhecimento e edificação de todos nós!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *