Igreja | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Igreja

Midinho
1 de setembro de 2020
Especial
1 de setembro de 2020
Exibir tudo

FIÉIS ATÉ A MORTE

Igreja da Graça leva a luz de Cristo à cidade de Izmir

Izmir, na Turquia, é uma cidade milenar. Conhecida por nós como Esmirna, ela remonta aos tempos bíblicos e é citada no Novo Testamento – mais especificamente, no livro de Apocalipse, como parte da narrativa profética acerca do fim dos tempos e da segunda vinda de Cristo. É nesse lugar tão icônico para o cristianismo que a Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD) mantém um “posto avançado” da fé cristã em pleno Oriente Médio. Funcionando desde 2016, a igreja é diferente das congregações que existem e funcionam livremente no Ocidente. Não é um templo, na acepção da palavra; antes, um espaço de fé, no qual famílias inteiras têm conhecido o Evangelho e se rendido a Cristo.

Culto da Igreja da Graça, dirigido por Turco: congregação pequena e atuante Foto: Divulgação

“Os frequentadores vivem em Izmir”, informa o Turco, um dos coordenadores do trabalho. Seu nome, como o de todos os personagens desta reportagem, deve ser omitido por questões de segurança – mas é dessa forma que ele é conhecido no ambiente da Igreja da Graça. Dedicado, o obreiro trabalha no Departamento de Mídia Social da IIGD, supervisionando as produções de conteúdo turco, curdo e persa de R. R. Soares no Facebook. Fluente em inglês, ao contrário da maioria dos moradores da cidade, ele atua, ainda, na tradução de mensagens e livros do Missionário. “Além disso, ajudo o titular da Igreja, Pr. G. S., e visito igrejas domésticas, na Turquia e no Líbano”, completa. 

DIREITOS RESTRITOS

Com uma população composta por mais de 99% de muçulmanos, o trabalho evangélico na nação sofre impedimentos. O governo, de inspiração islâmica, retringe direitos aos cristãos. Para se ter uma ideia, se alguém egresso do islã adere ao cristianismo, deve mudar sua religião nos registros oficiais. Dessa maneira, o governo pode rastrear os cristãos. “Nossa religião também está escrita em nossas identificações turcas. Portanto, quando você se candidata a um emprego, a uma vaga em escola ou precisa de um serviço governamental, as pessoas podem ver se você é muçulmano ou não”, continua o Turco.

Devido às condições locais, boa parte das reuniões é realizada no lar dos fiéis Foto: Divulgação

Com a crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, as reuniões presenciais foram suspensas. Contudo, isso não impede a obra de Deus na Turquia – ao contrário, até a fortalece. Protegidos em seus lares, milhares de pessoas costumam acessar as redes sociais do Missionário e da IIGD, e isso aumentou durante o isolamento social. “Usamos ferramentas, como o Zoom e o WhatsApp, para nos comunicar em nossa comunidade.

Nas águas cristalinas do mar Egeu, novo convertido é batizado: Evangelho avança no Oriente Médio Foto: Divulgação

Os batismos dos novos convertidos são realizados com grande alegria, muitas vezes em cenários paradisíacos, como praias do mar Egeu. A pequena congregação da Igreja da Graça em Izmir também participa ativamente da realidade social na qual está inserida. Os crentes locais visitam enfermos nos hospitais, realizam eventos comunitários e distribuem alimentos aos mais necessitados, além de máscaras protetoras contra a covid-19. 

RIQUEZA EM CRISTO

Enquanto isso, a exemplo do que acontecia nos tempos do Novo Testamento, o Senhor permite o crescimento da obra, e os sinais seguem os que creem. Testemunhos de bênçãos recebidas são inúmeros. “Milagres de cura, libertação e prosperidade aconteceram com a maioria de nossos membros e milhares de muçulmanos que seguem a nossa página no Facebook”, aponta o obreiro. Uma dessas intervenções divinas ocorreu com G., garota síria que tinha deficiênia nos membros inferiores e não andava. “Ela também não podia ouvir e tinha dificuldades na fala”, conta Turco. Por isso, nenhuma escola a aceitava. “Depois das orações, ela começou a andar, conversar e ouvir”, alegra-se. A família, que vive em Izmir, é seguidora do islamismo, mas eles pedem orações e visitam a igreja eventualmente. 

O Pr. G. S. (de costas) batiza novo convertido: muçulmanos têm recebido sinais de Jesus Foto: Divulgação

Também muçulmano, U. solicitou que clamássemos por seu pai, que sofrera grave acidente de carro e fora desenganado pelos médicos devido às lesões e hemorragias. “Naquela noite”, continua o obreiro, “U. fez o pedido pela condição de seu pai, e escrevemos para o Missionário interceder conosco. Na mesma noite, o sangramento interno parou e, já na manhã seguinte, aquele idoso saiu da UTI, foi operado e, mais tarde, recebeu alta”. 

Morador de Izmir recebe visita em seu local de trabalho: Bílbias, livros e literaturas cristãs são muito procurados Foto: Divulgação

O apóstolo João, registrando as revelações que recebia do Senhor, incluiu no Apocalipse a mensagem de Deus à antiga igreja de Esmirna (Ap 2.9,10): Eu sei as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico) […] Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados […]. E termina com a exortação: Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quase dois mil anos depois, as mesmas palavras são dirigidas pelo Senhor aos cristãos que, em Izmir, apesar de todas as dificuldades, mantêm a fé viva. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *