Pais | Boletim do Patrocinador | Certeza da Vitória

Pais

Europa
1 de agosto de 2020
Teste – 14
1 de agosto de 2020
Exibir tudo

EXEMPLOS DE VIDA E FÉ

Pastores da IIGD falam da experiência com seus filhos espirituais

Para quem aprendeu a ver Deus como a figura paterna, o Dia dos Pais vai além do apelo comercial. Crer no Senhor é estar debaixo de uma paternidade perfeita, pois a Bíblia apresenta o Altíssimo como Aquele que ama e guarda seus rebentos. Sendo assim, essa data comemorativa é celebrada tanto por quem tem filhos biológicos, ou adotivos, quanto por pessoas que se uniram por laços espirituais. São servos que geraram “filhos na fé”, mediante a pregação do Evangelho e o resgate de vidas para o Reino, como aconteceu com o apóstolo Paulo, que escreveu boa parte de suas epístolas àqueles a quem anunciou a salvação.

Servindo ao Senhor há 22 anos como ministro da Palavra, o Pr. Jean dos Santos Reimão, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus no Estado do Tocantins, contabiliza uma enorme prole. “Muitos chegam até nós engatinhando. Ensinamos a eles como dar os primeiros passos na fé e instruímos dentro da Palavra de Deus a respeito de diversas áreas de sua vida”.

Pr. Jean Reimão, com alguns de seus “filhos” na fé: “É uma honra ser usado pelo Senhor para conduzir as pessoas à salvação” Foto: Arquivo pessoal

Jean Reimão destaca uma família de filhos espirituais, cuja proximidade tem sido especial para ele. “Nós nos conhecemos em 2005, na IIGD em Parada de Taipas, que pastoreei por quatro anos”, lembra-se. Desde então, Reimão tem discipulado Vilmar Gomes, o chefe daquela família. “Três de seus filhos eram ainda adolescentes, e pudemos acompanhar o desenvolvimento de suas batalhas cotidianas”. Com aconselhamento e assistência espiritual, o pastor influenciou aquele núcleo familiar de maneira decisiva. “Batizei três de seus filhos, fiz o casamento de duas das filhas e apresentei os netos no altar de Deus”, relata, com satisfação.

Agora, 15 anos depois, uma história de confiança e cuidado mútuos os une. “Constantemente, eles compartilham conosco suas lutas e vitórias, e nós lhes ministramos o Evangelho”. Pai de uma menina de 12 anos, o Pr. Jean Reimão aplica a ela os princípios adotados aos que o Senhor lhe tem confiado. “Nós a ensinamos não apenas com palavras, mas também com o exemplo”, diz o “paistor”, como Reimão se define em tom de brincadeira.

Pr. Donisete (segundo à esquerda), com os quatro filhos,
também pastores: “Descendência abençoada” Foto: Arquivo pessoal

Melhor ainda é quando a paternidade espiritual gera, nos filhos naturais, o desejo de seguir os passos do pai. O Pr. Raimundo Donisete Alves Peres, veterano pregador da Igreja da Graça, tem a alegria de ver seus quatro filhos – Moisés, Daniel, Lucas e Tiago – também nos púlpitos. “Sou pastor há 36 anos. Tanto em relação às minhas ovelhas quanto no trato com meus filhos biológicos, procurei ser presente”, explica. Segundo ele, tudo aconteceu de maneira tranquila, graças às práticas que a família desenvolveu em casa. “Quando eles eram crianças, procurei estimulá-los à leitura bíblica e à oração”. A recitação diária de versículos era uma atividade divertida, que foi incutindo nos meninos o amor pela Palavra.

Quando foi transferido para os Estados Unidos, onde passou quase três anos a serviço da IIGD, o Pr. Donisete percebeu que os dois mais velhos demonstravam vocação para o ministério. “Eles foram se envolvendo na obra”, conta. Com o tempo, os outros dois herdeiros na vida e na fé também assumiram a nobre função pastoral. Moisés Duarte Alves Peres, filho mais velho do pregador, atesta a importância da atuação do pai como mentor. “Foi uma criação tão exemplar que tento seguir esse modelo”. Ele se lembra das lições inesquecíveis recebidas na infância, quando teve suas primeiras experiências com Cristo. “Era uma casa onde orávamos juntos e tínhamos nossos cultos em família. Ali, aprendemos a respeitar tanto a Deus quanto o nosso próximo”. Hoje, Pr. Moisés exerce o ministério na Igreja da Graça em Niterói (RJ).

Pr. Moisés, ministrando durante culto da Igreja da Graça, elogia o pai: “Ele nos pastoreia com seu estilo de vida” Foto: Arquivo pesoal

Moisés confirma que os ensinos do pai foram legitimados por ações: “Ele nos pastoreia com sua forma de se comportar. Sempre tem uma palavra para compartilhar conosco”. Donisete descreve a obra realizada por Deus em seu lar, citando o Salmo 112, versículos 1 e 2: Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer. A sua descendência será poderosa na terra; a geração dos justos será abençoada”.


3 Comments

  1. ~~~~eu assisto todo os dia sos da fé pesso oraçoã da fe para mim e familia obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *